A Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registrou um crescimento nas vendas do varejo em geral de 0,7% em setembro na comparação com agosto de 2019. Foi o quinto resultado positivo consecutivo do setor. O varejo de material de construção conseguiu, em setembro, contar com um desempenho bastante superior ao obter uma elevação em vendas de 1,5%. Já o setor de equipamento e materiais para escritório, informática e comunicação amargou um novo recuo no período pesquisado, com -2,0%.

Em relação ao mesmo mês do ano passado, as vendas do varejo de material de construção tiveram um crescimento de 5,7%.
As vendas do varejo de material de construção em setembro, quando comparadas com o mesmo mês do ano passado, cresceram 5,7%.

No acumulado dos últimos doze meses, as vendas do varejo em geral cresceram 1,5%. Também nessa comparação, o segmento de material de construção contabiliza números mais positivos: 3,5%. A categoria equipamento e materiais para escritório, informática e comunicação, por sua vez, apresenta desempenho negativo em – 0,3%.

Vale a pena lembrar que os indicadores do varejo de material de construção também contaram com resultados favoráveis em outubro. Estudo realizado pelo Sincomavi, a partir de informações coletadas pelo Sistema Azure em 210 pontos de venda (105 empresas de pequeno e médio portes), distribuídos na Região Metropolitana de São Paulo, Interior Paulista e Baixada Santista, mostra crescimento no faturamento médio, margem bruta e tíquete médio. Tal desempenho pode ter influenciado decisivamente os preços do setor, uma vez que o Índice de Reajuste de Preços de Venda Azure – Material de Construção (IRPA) sofreu um aumento de 0,94% em outubro.