Para manter os estabelecimentos sem atendimento presencial, a prefeitura de São Paulo colocou um verdadeiro batalhão de fiscais na rua. Cerca de 2 mil agentes da Secretária Municipal das Subprefeituras estão visitando o comércio da capital para conscientizar sobre a importância de permanecer com as instalações fechadas. Vale destacar que, segundo informações da prefeitura de São Paulo, ainda não foram emitidas multas para as empresas infratoras, que correm o risco de interdição imediata de suas atividades e, em caso de resistência, cassação do alvará de funcionamento ou Termo de Permissão de Uso (TPU). É importante ressaltar ainda que foi criado na capital um serviço de denúncias contra os comércios que continuarem abertos.

Outra cidade que está fiscalizando o cumprimento da quarentena, conforme determinado pelo Governo do Estado de São Paulo, é Rio Grande da Serra. O trabalho tem sido feito por funcionários da Secretaria de Obras e Planejamento, Secretaria de Segurança, Trânsito e Defesa, além de servidores da prefeitura.

Vendas online

Preocupadas com o faturamento e vendas de seus contribuintes, as administrações das cidades de Caieiras e Franco da Rocha lançaram cadastros para divulgar os comércios que oferecem serviço de delivery.

Confira:
Caieiras: Cadastro em www.caieiras.sp.gov.br/soscomercio/

Franco da Rocha: uma mensagem de interesse deverá ser enviada para [email protected], contendo nome da empresa, ramo de atuação, telefone para contato e as redes sociais do estabelecimento.

Campanha Sincomavi

O Sincomavi também oferece, por meio da campanha “#AGenteEntrega”, a possibilidade de divulgação dos canais virtuais de vendas dos comércios que permanecem abertos para atendimento não presencial. Confira: clique aqui

Sincomavi realiza campanha para lojas que continuarão atendendo por televendas ou e-commerce

Essa matéria foi útil?