O Índice de Reajuste de Preços de Venda Azure – Material de Construção (IRPA) registrou um avanço acentuado nos preços do varejo em outubro, com 0,94% de aumento. Com isso, a elevação no acumulado dos últimos doze meses já beira os 7%. O Índice Nacional da Construção (Sinapi), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referente a materiais de construção, também sofreu uma variação positiva de 0,25% em outubro. Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), também do IBGE, apresentou para o mesmo período quadro muito diferente, um recuo de – 0,96%, em São Paulo (SP), no segmento Habitação. O resultado nacional do IPCA ficou negativo em – 0,61% para a mesma categoria.

Em relação ao faturamento médio por empresa, outubro marcou o melhor resultado já registrado pelo estudo realizado pelo Sincomavi ao ultrapassar a casa dos R$ 700 mil – valor bem superior ao obtido em setembro (R$ 662.724,00). Vale a pena lembrar que o trabalho se baseia em informações coletadas pelo Sistema Azure em 210 pontos de venda (105 empresas de pequeno e médio portes), distribuídos na Região Metropolitana de São Paulo, Interior Paulista e Baixada Santista.

A margem bruta também contou com aumento, passando de 33,3%, em setembro, para 33,6%, em outubro. Apesar da melhora contínua, esse foi o terceiro mês consecutivo de elevação, o indicador permanece abaixo da média obtida em 2017: 34,95%.

O tíquete médio acompanhou a tendência de alta apresentada em todos os indicadores e obteve com o melhor resultado já registrado pelo Sistema Azure, ao alcançar os R$ 174,26.