Dados coletados pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), em parceria com o Compre & Confie, índice MCC-ENET, apontam um crescimento de 22,29% nas vendas do comércio eletrônico no acumulado do ano até agosto. Para o mesmo período de comparação, o estudo releva também que os índices de faturamento do e-commerce nacional contaram com uma elevação de 18,59%.

Tendo como referência somente a região Sudeste, o MCC-ENET teve, frente ao mês anterior, uma elevação em agosto de 6,93%. Comparando-se os resultados com o mesmo período de 2018, esse desempenho se apresenta muito melhor: crescimento de 18,41%.

Houve aumento também no número de brasileiros que compram pela internet.
e-commerce continua aumentando sua participação no mercado interno.

Matcons e Informática

A participação de mercado, conforme vendas no e-commerce por atividade, permanece estável em relação ao varejo de material de construção desde janeiro de 2018, com 2,1%. Já a categoria Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação obteve uma variação positiva, saindo de 40,5%, em janeiro de 2018, para 42,2%, em junho passado. Esse índice foi calculado a partir do cruzamento de informações da MCC-ENET com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O estudo realizado pela câmara-e.net verificou ainda a expansão no número de pessoas que realizam compras pela internet no mercado interno. 10,1% dos internautas brasileiros fizeram ao menos uma compra no comércio eletrônico no intervalo entre abril e junho de 2019. Ao avaliar o mesmo trimestre do ano anterior, é possível concluir que o índice era de 7,6%. O aumento reforça a tendência de que o brasileiro está cada vez mais engajado em comprar por meio das plataformas digitais.

Vale a pena lembrar que não estão contabilizados no MCC-ENET dados dos sites MercadoLivre, OLX e Webmotors, além do setor de viagens e turismo, anúncios e aplicativos de transportes e alimentação.