Indicador da Mastercard, SpendingPulse, revela que o comércio eletrônico brasileiro contou, em 2019, com elevação nas vendas da ordem de 13,5% em comparação com 2018. O levantamento mostra ainda que o total de vendas no varejo – incluindo comércio eletrônico e lojas físicas – cresceu 1,5% no ano passado.

O quarto trimestre representou o melhor período para as vendas no comércio eletrônico (20,2%), enquanto as vendas totais no varejo mostraram um aumento de 2,5%, tendo como referência os últimos três meses de 2018.  Contribui para esse desempenho, os resultados obtidos pelo setor em dezembro, que contou com um aumento nas vendas de 2%. Já o varejo online obteve uma performance muito mais expressiva, alta de 5,7%.

Para César Fukushima, diretor de análises avançadas da Mastercard no Brasil, os saques do FGTS autorizados pelo governo tiveram uma influência favorável no poder de compra – impactando positivamente o crescimento das vendas online no varejo. “Além disso, a taxa de desemprego apresentou melhorias, promovendo um aumento na renda real e trazendo um bom resultado para o setor de varejo em 2019”.


Confira as parcerias do Sincomavi no segmento de comércio eletrônico